quarta-feira, maio 10, 2006

[Diferenças entre o EpiCurtas e o eMOLESKINE] Minuto de ódio
No EpiCurtas, o meu "Minuto de ódio", que Orwell, no 1984, descrevia como o momento em que os cidadãos invectivavam Goldstein, o Grande Inimigo do Estado, seria, provavelmente , dedicado a alguns dos que me rodeiam profissionalmente; particularmente os que, neste contexto, exercem algum ascendente hierarquico sobre mim. Fa-lo-ia, no EpiCurtas, com estrondo. Aqui não. Esta é mais uma prova da mudança. Aqui o meu "Minuto de ódio" é-me inteiramente dedicado. É a mim que invectivo. Pela inenarrável credulidade de que as coisas estruturalmente más podem mudar. Logo eu, que sou muito mais Hobbesiano que Rousseauniano. Logo eu, que sou de Direita.

Sem comentários: